Como fazer as unhas crescerem – parte II

Nessa segunda parte do post eu vou falar sobre os produtos para os cuidados com as unhas e mãos.

 
Minhas unhas sempre cresceram normalmente, mas nunca foram muito fortes. Elas chegavam a dobrar com muita facilidade. Resultado: elas nunca quebravam, mas lascavam muito. Ao longo do tempo usei muitos esmaltes fortalecedores de unhas e nenhum dava muito resultado.

 
Dos vários esmaltes fortalecedores que encontramos facilmente, o único que notei resultado na minha unha foi o Risqué (usei Casco de Cavalo, Avon, Impala, Colorama, mas nenhum deu muito resultado no meu caso). Mesmo assim, notava que o esmalte fortalecedor da Risqué ajudava muito as minhas unhas crescerem rápido, mas elas continuavam “moles”.


Acontece que unhas e/ou cabelos fracos podem indicar a deficiência de algum nutriente que o organismo necessita. No meu caso, com ajuda de uma médica, descobri que a taxa de ferro estava muito baixa. Isso é identificado facilmente através de exame de sangue onde se mede a ferritina. Desde então estou tomando Combiron Fólico. Minhas unhas estão fortes e não “dobram” mais, nem lascam.


Outro complemento alimentar que já ouvi algumas pessoas dizendo que ajudam muito no fortalecimento e crescimento das unhas é o Pill Food. É um complexo vitamínico, manipulado. Eu já tomei um tempo atrás para queda de cabelo, por recomendação da dermatologista. É bom, mas não notei grandes diferenças nas unhas.


Ingerir alimentos ricos em vitamina C também é interessante, porque a vitamina C ajuda na absorção de ferro. Alimentos ricos em vitamina A também são importantes.


Há também algumas dicas de soluções caseira que você pode preparar para ajudar a fortalecer as unhas e fazê-las crescer. Essas dicas vem da Reader’s Digest. Eu ainda não testei, mas eu acho que sempre vale a pena conferir…

 
1 – Para endurecer as unhas, esfregue-as uma vez ao dia com uma mistura de uma pequena quantidade de vinagre de maçã e suco de limão.

2 – Para tornar as unhas mais fortes, misture 250 ml de água de rosas com 1 colher de sopa de suco de limão, 1 colher de chá de sal e 5 g de bórax (encontrado em farmácias). Guarde a mistura em um recipiente hermeticamente fechado. Reserve durante dois dias e aplique nas unhas com regularidade.

3 – Para ter unhas flexíveis e fortes, misture 2 colheres de sopa de óleo de amêndoas, 1 colher de chá de óleo de jojoba, 5 gotas de óleo de alfazema e 5 gotas de óleo de capim-limão. Misture todos os ingredientes e massageie as unhas de manhã e à noite.

Outro produto que tenho usado e gostado muito é o Vasenol Mãos e Unhas. Eu já havia usado há muito tempo atrás, mas depois acabei esquecendo dele. Há uns dias atrás minha mãe recomendou que eu usasse novamente, e não é que achei ótimo! (hehehe)
Tem rápida absorção, não transfere (quando fica deixando resíduo em tudo que você pega), hidrata muito bem as cútículas e faz bem às unhas. Muito bom mesmo.


E por falar em mãos, outro produto que procuro sempre ter em casa é o Luvas de Silicone Avon. É muito bom para proteger as mãos e as cutículas no inverno e também durante os afazeres domésticos (hehe), com produtos mais fortes ou abrasivos.

Por último eu gostaria de mostrar um vídeo de um canal de eu gosto muito Miss Chievous. Nesse vídeo ela dá uma dica de como remover de uma vez e sem bagunça os esmaltes com gliter. Quem usa deve saber (eu acho bonito, mas quase nunca uso) que dá muito trabalho para remover.


Ela utiliza acetona, algodão e papel alumínio. Primeiro, aplica a acetona no algodão e posiciona em cima da unha. Imediatamente ela cobre a ponta do dedo com o papel alumínio. Depois de um tempo, ao retirar o algodão, você perceberá que todo o esmalte saiu. É importante lembrar que o papel alumínio de certa forma “potencializa” o efeito da acetona. É bom não bancar a preguiçosa e fazer isso sempre, porque pode acabar ressecando as unhas ou até fazer mal às pessoas mais sensíveis ou alérgicas.

Vale destacar que todos os produtos que citei aqui foram boas alternativas ou apresentaram bons resultados para o meu caso. Se você achar que precisa tomar algum complemento vitamínico, consulte um médico para acompanhar o seu caso e ver quais são as suas necessidades.

 
Quanto às minhas cutículas, eu normalmente passo longos períodos sem tirá-las. Geralmente quando vou fazer a unha apenas empurro em direção à base da unha e passo o esmalte. Já notei que quando faço minhas unhas pelo menos toda semana elas não crescem muito. Nada que seja necessário tirar. Por outro lado, já notei que quando descuido das unhas e principalmente rôo (é, eu sei que é feio, mas eu faço isso de vez em quando…) as cutículas crescem montruosamente (hahaha). Parece que é uma forma de proteção, não sei…

Anúncios
Esse post foi publicado em Esmaltes, Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Como fazer as unhas crescerem – parte II

  1. Pingback: O que rolou durante o mês | amigasmakeups

  2. Sandra disse:

    Obrigada pelas dicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s